CREFITO 15 participa de Encontro Nacional de Terapia Ocupacional em Brasília e discute melhorias para a profissão no Estado

Nos dias 01 e 02/09, o COFFITO realizou em Brasília a Reunião Nacional dos Terapeutas Ocupacionais do Sistema COFFITO/CREFITOs, em que foram discutidos os principais assuntos ligados a esta área tão importante da saúde brasileira. A conselheira do CREFITO 15, Dra. Elizandra Gonçalves, participou do encontro e nos conta como foi.

1. O que foi discutido durante esta reunião nacional de Terapia Ocupacional? 

A pauta foi bastante extensa com dois dias inteiros de reunião, mas considero alguns assuntos mais relevantes como o Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional que acontecerá em Porto Alegre já na próxima semana, de 11/09 a 15/09. Nesse congresso haverá uma reunião do colegiado de TOs para alinharmos ações em prol de nossa profissão. Esse congresso também marcará o centenário da TO.

Outro assunto abordado foi a Comissão de Educação, que está sob a coordenação da Dra. Ana Rita, Conselheira efetiva do COFFITO, e que estará trabalhando nas diretrizes curriculares junto a RENETO, realinhando e buscando fazer uma mesma fala em todas as instituições.

Outro ponto de pauta foi o feedback do sucesso do CONASEMS realizado em Brasília, em que a Terapia Ocupacional mostrou seu trabalho através dos atendimentos em PICs (Práticas Integrativas e Complementares), Reiki, Reflexologia e Shantala, com o CREFITO 16 na coordenação, com as Dras Ângela Maria Cecim de Souza Castro Lima  e Marcia de Souza Rodrigues.  Assim que os gestores e demais participantes do Congresso saiam dos atendimentos, eram encaminhados para uma sala onde Dr. Adriano Conrado, Vice presidente do CREFITO 3, identificava o Estado e mostrava a carência de cursos e profissionais através do Geoprocessamento.

No sábado tivemos a presença da TO Dra. Cintia Schwab, falando sobre Neuro Ocupação e pontuando a atuação da Terapia Ocupacional. “As atividades e a ocupação são do mundo. Nós Tos trabalhamos com a qualidadae dessa ocupação com o “fazer”.

2. Como está o cenário nacional da Terapia Ocupacional?

A profissão passa por um momento de análise dos cursos buscando abertura em todas as regiões possíveis onde há muita carência dos profissionais que vem sendo demonstrada através do Geoprocessamento que foi apresentado no CONASEMS. Há um mercado aberto em muitas regiões e poucos profissionais para a contratação.

3.  Alguma ação será realizada a partir das discussões no encontro nacional?

As ações vem sendo desenvolvidas e o encontro sempre serve para alinharmos com todos os regionais que participam efetivamente do Sistema.

4. Nos 100 anos da Terapia Ocupacional, o que os terapeutas ocupacionais podem esperar do Sistema COFFITO/Crefitos?

O Sistema tem pontuado o centenário através de eventos locais, audiências públicas com homenagens aos nomes renomados de cada região, matérias em sites, em revistas, Ação Global através do programa Bem Estar que já ocorreu em São Paulo, Ceará; entre outros..

5. E especificamente para o Espírito Santo, houve alguma discussão?

Contextualizamos no momento que é para cada regional, falamos da recomposição dos conselheiros TOs e da implantação das duas câmaras técnicas de TO (Saúde Funcional e Contextos Hospitalares); informamos sobre o lançamento da nossa primeira revista prevista para novembro e da Ação Global que ocorrerá em outubro, inclusive marcando a data da profissão.

6. Haverá algum desdobramento deste encontro ainda este ano?

Outro encontro será realizado com data a ser confirmada provavelmente em novembro.

Leia Também

CREFITO 15 e OAB realizam I Jornada de Perícia Técnica Fisioterapêutica do Espírito Santo dias 22 e 23/11

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 15ª Região (CREFITO 15), em parceria …