Prevenção e avanços tecnológicos são grandes aliados da Fisioterapia Esportiva

A Fisioterapia Esportiva é uma das especialidades da Fisioterapia com grande espaço no Espírito Santo, tendo em vista a população adepta à pratica de atividades físicas. Quando ocorre uma lesão, a reabilitação com um fisioterapeuta esportivo se faz necessária. Já no esporte de alto rendimento, a Fisioterapia Esportiva se torna cada vez mais fundamental não só pela recuperação do atleta machucado, mas também devido à grande tendência de se investir na prevenção. Os avanços tecnológicos também são importantes aliados dessa especialidade. Para falar um pouco sobre a realidade da Fisioterapia Esportiva, convidamos o Dr. Nelson Mendonça Ortega Jr., que é pós-graduado em Traumato Ortopedia e, atualmente, é fisioterapeuta da-triatleta, bicampeã capixaba e campeã mundial Lila Tavares, além de atuar no Porto Vitória FC e Mendes Fut 7.

  1. Como podemos definir a Fisioterapia Esportiva?

A Fisioterapia Esportiva é uma especialidade da Fisioterapia que busca a reabilitação, prevenção e retorno do atleta amador/profissional ao esporte, e de qualquer outro paciente que pratique alguma atividade física que busque o retorno ao exercício de forma segura.

  1. Como atua o fisioterapeuta esportivo em momentos de lesão? Quais os procedimentos a serem feitos, de maneira geral?

O seu principal objetivo é recuperar e preparar o atleta para a volta à atividade esportiva. O profissional atua na reabilitação funcional do paciente, utilizando recursos conhecidos como eletrotermoterapia, terapia manual, cinesiologia, biomecânica e o método Pilates. Nos casos de pré e pós-operatório, o fisioterapeuta também é responsável pela reabilitação.

  1. Sabemos da importância da Fisioterapia Esportiva quando um atleta sofre uma lesão. Mas, é possível atuar preventivamente? Quais as vantagens dessa prevenção?

Hoje, o melhor caminho dentro da Fisioterapia Esportiva é a prevenção. As pesquisas e evidências junto com a prática mostram que o fisioterapeuta tem um papel importante para evitar as lesões tanto em atletas profissionais de grandes clubes, quanto em atletas amadores, e/ ou praticantes de atividades físicas regulares. Suas atuações são exercícios preventivos e métodos fundamentais de recuperação para que as capacidades físicas estejam íntegras. Assim, evita-se que o atleta ou paciente sofra uma lesão e seja afastado de sua atividade esportiva. Muitos clubes estão investindo em programas de prevenção de lesões, pois os dados estatísticos já publicados mostram que é muito mais caro o tratamento do atleta lesionado do que um programa de prevenção.

  1. Temos alguns casos de atletas lesionados gravemente, mas que com o apoio da Fisioterapia Esportiva conseguem avanços importantes, como a atleta Laís Sousa. Então, podemos dizer que não há limites para os avanços provocados pela Fisioterapia Esportiva?

Não só na Fisioterapia Esportiva como em todas as áreas da Fisioterapia. Os avanços tecnológicos e as pesquisas estão super avançadas, mostrando a cada dia um novo resultado. Isso faz com que o profissional se especialize o mais rápido possível para mostrar os resultados aos seus pacientes.

 

  1. Você desenvolve um trabalho integrado entre treinamento e estúdio de Pilates. Como funciona?

Atualmente trabalho com treinamento funcional e o método Pilates adotei como um treinamento integrado, onde o paciente tem os benefícios tanto da reabilitação funcional, quanto a prevenção que esses dois métodos proporcionam. No Pilates trabalho mais a flexibilidade muscular e mobilidade articular. Já no treinamento funcional utilizo mais exercícios de fortalecimento, gestos esportivos, padrões de movimento e propriocepção. Hoje, eu trato o paciente que chega lesionado, proporcionando sua alta ao esporte que pratica, até a prevenção desse atleta na modalidade para não haver uma reincidida.

 

  1. Você considera que o Pilates, dependendo dos objetivos de sua aplicação, poderia ser enquadrado dentro da Fisioterapia Esportiva?

Sim! Hoje o Pilates está incluso dentro do sistema de treinamento e tratamento de vários centros esportivos e grandes clubes no Brasil, como Flamengo e o Barcelona, por exemplo.

 

  1. Como é o mercado da Fisioterapia Esportiva no Espírito Santo?

Eu acredito que seja um ótimo mercado, temos uma população ativa que gosta de praticar atividades físicas. Vejo isso todos os dias: pessoas correndo ou pedalando no calçadão, jogando em quadras… Com isso vêm as lesões, fazendo com que busquem um profissional qualificado, que é o fisioterapeuta esportivo.

 

  1. Que dica você pode dar para quem deseja seguir esta especialidade da Fisioterapia? 

Estude e se especialize. Essa área é muito importante para a população. Pratique e conheça todas as modalidades esportivas possíveis, pois o bom fisioterapeuta esportivo tem que conhecer os gestos específicos daquela modalidade que está tratando do seu paciente. E deve estar atento aos índices epidemiológicos referentes às principais lesões daquele esporte.

 

Conheça mais sobre nosso entrevistado, Dr. Nelson Mendonça Ortega Jr.:

  • Fisioterapeuta pela Universidade Estácio de Sá RJ (desde 2003)
  • Pós-graduação em Traumato Ortopedia com ênfase em Terapias Manuais.
  • Fundador e sócio-proprietário dos estúdios Fisiotraining e Coremove Funcional.
  • Consultorias de prevenção de lesão em clubes e box de Crossfit.
  • Atualmente é fisioterapeuta do Porto Vitória FC e Mendes Fut 7 e da-triatleta, bicampeã capixaba e campeã mundial Lila Tavares.

Leia Também

CREFITO 15 participa de Simpósio de Saúde Mental em Cachoeiro, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde Mental, foi realizado, nesta quarta-feira (10), o I …

PARCEIROS CREFITO