Home / Destaques / Fisioterapia para gestantes: modalidade garante uma gestação mais tranquila e livre de dores musculares

Fisioterapia para gestantes: modalidade garante uma gestação mais tranquila e livre de dores musculares

A cantora Ivete Sangalo, grávida de gêmeas, contou em entrevista recente que está se dedicando à Fisioterapia para Gestantes por conta dos incômodos da gravidez. Também chamada de Fisioterapia Obstétrica e voltada para gestantes a partir da 13º semana, esse tipo de fisioterapia ameniza as dores e outras queixas específicas da gravidez por meio de exercícios e alongamentos.

É o que contam as fisioterapeutas especialistas em Sáude da Mulher, Dra. Leticia Rios e Dra. Thais Ramos Dias. Elas juntaram toda a experiência conquistada em dez anos de trabalho com mulheres grávidas para falar mais sobre a Fisioterapia Obstétrica nessa entrevista exclusiva para o site do Crefito 15. Confira!

Dra. Thaís Ramos Dias, fisioterapeuta, também aderiu à Fisioterapia Obstétrica durante sua gestação.

1 – O que é a Fisioterapia para Gestantes?

A Fisioterapia para Gestantes é a fisioterapia que tem como objetivo trabalhar a gestante como um todo visando prevenir e/ou diminuir os desconfortos próprios do período, permitindo uma gestação mais tranquila.
2 – Quais são as atividades/exercícios que fazem parte desse tipo de fisioterapia?

Exercícios gerais que englobam alongamento e fortalecimento de todo o corpo, exercícios respiratórios, de conscientização corporal e fortalecimento perineal. Além disso, temos o alongamento perineal para o parto e exercícios de relaxamento.

  3 – A gestante pode realizar fisioterapia em qualquer período da gravidez? 

Caso não haja nenhuma restrição médica, a gestante pode iniciar as atividades a partir da 13º semana de gestação. A atividade pode ser mantida, desde que não haja complicações no decorrer da gestação, até o início do trabalho de parto.

4 – Em quais casos, a Fisioterapia Obstétrica é mais indicada?

 O fisioterapeuta, por entender todo o processo gestacional, as queixas comuns neste período e suas implicações, é o profissional mais apto para acompanhar mulheres grávidas. Dessa forma, a Fisioterapia Obstétrica é indicada para qualquer gestante que queira se manter ativa na gestação, além daquelas que tenham queixas específicas de dor, inchaço, perda de urina ou que simplesmente queiram se preparar melhor para o parto.

 5 – Quais são os benefícios para a gestante? Algum benefício para o bebê? 

Dentre os benefícios listamos: menos desconforto e dores; menor ganho de peso; melhor controle da urina; menos edema; melhor qualidade do sono; recuperação mais rápida no pós-parto; melhor preparo para o parto normal; bem-estar e disposição durante toda a gestação. Os exercícios de baixo impacto feitos na gestação acabam influenciando de maneira positiva o bebê intraútero evitando doenças e o ganho de peso elevado.

6 – Existe algum benefício específico para as gestantes que desejam fazer parto normal?

 Sim. O fisioterapeuta atua de diversas formas quando a mulher opta pelo parto normal. Fornece informações de qualidade para que o casal entenda melhor o processo do parto.

Além disso, o profissional trabalha com exercícios específicos para melhor preparar a gestante. Auxilia no final da gestação com exercícios específicos que auxiliam no melhor posicionamento do bebê para o parto, além de fornecer melhor preparo físico.

O fisioterapeuta orienta a realização da massagem perineal, técnica realizada após 34 semanas de gestação que objetiva promover um alongamento progressivo da região e uma melhor consciência da região para o parto. Por fim, o  profissional realiza o acompanhamento do parto com utilização de técnicas e recursos que irão auxiliar na melhor evolução do parto e controle da dor.

7 – E no pós-parto? Como a Fisioterapia Obstétrica pode ajudar?

No pós-parto o fisioterapeuta avalia se existe alguma disfunção relacionada à gestação e ao parto. São comuns neste período queixas relacionadas à região do assoalho pélvico, diástase abdominal e dores na região lombar. Caso haja alguma queixa, inicia-se o quanto antes o tratamento específico.

 

DEPOIMENTO:

A fisioterapeuta Dra. Thais Ramos Dias sentiu na pele os efeitos da Fisioterapia Obstétrica, especialidade que escolheu para sua vida profissional. Com um filho recém nascido, ela conta como foi a experiência.

“A Fisioterapia Obstétrica me ajudou principalmente nas questões de dores musculares e articulares. Na primeira gestação não senti nenhuma dor, porém, na segunda senti dor desde quando soube que estava grávida. Eram muitas dores no cóccix e piriforme. A fisioterapia me ajudava a aliviar e estabilizar a dor.

Também trabalhei muito o assoalho pélvico para melhorar força, consciência e alongamento para a passagem do bebê. Por isso, nos dois partos não tive nenhuma laceração no períneo. Os exercícios também ajudaram o parto a ser mais rápido, já que ajudam na descida do bebê e melhoram o ritmo das contrações. O primeiro parto teve duração de 8h e o segundo 4h”.

Dra. Thais Ramos Dias

 

 

Minicurrículos

Fisioterapeutas:

Dra Letícia Rios é mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Saúde da Mulher pela Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp) e graduada em Fisioterapia pela Faculdade Salesiana de Vitória. Possui formação em pilates e demais outros cursos voltados às gestantes, com as quais trabalha há mais de 10 anos. É autora e co-autora de artigos e capítulos de livros na área de Fisioterapia da Gestação. Atualmente, é sócia-proprietária do GestaVida.

 

Dra Thais Ramos Dias é especialista em Saúde da mulher pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e graduada em Fisioterapia pela Universidade Vila Velha (ES). Possui formação em Pilates e demais outros curtos voltados às gestantes, com as quais trabalha há mais de 9 anos. É palestrante de cursos de gestantes na Grande Vitória. Atualmente, é sócia-proprietária do GestaVida e integrante da rede Parto do Princípio.

Leia Também

COFFITO mantém consultoria online para os profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento à COVID-19

O COFFITO segue disponibilizando ferramenta de teleconsultoria, realizada por meio de um chat no WhatsApp, …

.

PARCEIROS CREFITO

 
 
X