Home / Destaques / Idosos: Crai desenvolve atividades que estimulam autonomia e independência
Centro de Referência de Atendimento ao Idoso

Idosos: Crai desenvolve atividades que estimulam autonomia e independência

Estimular a autonomia e a máxima independência na terceira idade é um dos principais objetivos do Centro de Referência de Atendimento ao Idoso (Crai) de Vitória. No mês do idoso, não podia ser diferente. Quem passou pelo local nesta terça-feira (8) participou de um café da manhã especial e variadas atividades.

A oficina de reflexão foi conduzida pela terapeuta ocupacional Kellen Marra Leal e pela psicóloga Geovana Cucco Margon. Elas conscientizaram cuidadores e idosos sobre a importância de atividades cotidianas de interesse destes, como ir ao supermercado, à feira livre ou à igreja, encontrar amigos, ler, escrever poesia, caminhar e cozinhar.

Para a terapeuta ocupacional, essas atividades permitem que eles façam escolhas que despertem o prazer e preservem sua autonomia. “Não é porque o idoso está em tratamento que ele tem que se afastar das atividades cotidianas, dos amigos e dos afazeres de seu interesse. É interessante estimulá-lo a participar de atividades sociais e familiares, sempre respeitando suas escolhas”.

Segundo a diretora do Crai, Silvia Beltrame, sempre que possível e respeitando os limites dos idosos, é importante que eles continuem desenvolvendo suas atividades cotidianas. “Lembrar de atividades e contar histórias de sua vida para as pessoas próximas também pode ser um tipo de lazer. Eles precisam ter a oportunidade de se manifestar e escolher o que os faz felizes. A oficina veio para poder desmistificar e reforçar a importância do lazer e da vida social na rotina da pessoa idosa e identificar em quais atividades cada um encontra prazer. Às vezes ficar em casa, fazer comida, cuidar das plantas, conversar com familiares ou dançar traz satisfação e alegria para eles”, afirma.
Ativar a memória é fundamental

O aposentado Melchiades Ferreira da Silva, de 70 anos, disse ser feliz com suas lembranças. “Eu trabalhei a vida toda na construção civil. Hoje, como não posso mais trabalhar, eu procuro reforçar minha mente fazendo meus desenhos em casa, e isso me faz feliz”.
Crai

O Centro de Referência de Atendimento ao Idoso (CRAI) completou 24 anos em setembro. Oferece atendimento em geriatria e gerontologia para pessoas acima de 60 anos – moradoras do município de Vitória – com agravos de saúde que comprometem a capacidade funcional (autonomia e independência) por doenças não transmissíveis e incapacitantes comuns no envelhecimento, tais como: doença de Parkinson, demências, acidente vascular cerebral, entre outras.

O encaminhamento ao Crai é feito pelo médico da unidade de saúde, sendo precedido de avaliação clínico-funcional pela equipe da Atenção Básica responsável por seu acompanhamento.

O idoso encaminhado ao Crai passa por avaliação inicial, quando é definido o plano de cuidados, com propostas de intervenção de acordo com as demandas e necessidades apresentadas.

O tratamento é realizado por equipe multiprofissional e interdisciplinar, composta por geriatras, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionista, fonoaudiólogo, terapeutas ocupacionais, auxiliares e técnicos de enfermagem.

Após melhora ou estabilização do quadro clínico, o idoso recebe alta do serviço, sendo encaminhado à unidade de saúde de origem para continuidade do acompanhamento.
Onde fica
Centro de Referência de Atendimento ao Idoso (Crai) – Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.185, Forte São João
Telefone: (27) 3132-5010
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas

Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço online.

Leia Também

Sessão solene em comemoração ao Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional e aos 50 anos de regulamentação das profissões.

Na última quinta-feira (24) foi realizada mais uma sessão solene em comemoração ao Dia do …

PARCEIROS CREFITO

 
 
X